PRÉ-PRODUÇÃO VISUAL

RIGGING 2D

Depois do design de personagem pronto, vamos para o rigging, que é o processo de criar uma estrutura virtual de controle para personagens, objetos ou elementos em uma animação digital. É uma espécie de marionete digital, o qual a estrutura é composta por articulações, controles e hierarquias que permitem aos animadores manipular facilmente os elementos dos personagens de forma rápida e ágil, além de permitir o reaproveitamento de peças, evitando o retrabalho e ganho de tempo na produção.

Essa etapa é fundamental, ainda mais quando lidamos com produção de animação digital, o qual vários animadores podem animar os mesmo personagens mantendo a mesma proporção e consistência no desenho, além da possibilidade de criar bancos de desenhos para todas as partes dos personagens como bocas, mãos, pés, cabeça, braço entre outros, enfim, todas as peças ficam em um banco desenhos, o qual é possível adicionar peças novas e ao decorrer do projeto.

Uma parte fundamental para o rig funcionar, é a marcação correta do pivô, a qual é o centro de rotação das articulações, caso a marcação dos pivôs fique errada isso acarretará ajustes e demora na produção, sendo primordial fazer teste com seu rig após criá-lo e ver se o centro de rotação das peças estão funcionando corretamente.

Abaixo temos um exemplo de teste de rig  e se seus bancos de desenhos no programa Toomboom Harmony:

Rigging 2D Scot Pilgrim

(Créditos: Jordin Beatty)